O maior investimento que já se fez


Vejam só.... O anuncio deste governo de que nunca neste Brasil houve investimentos tão grande no setor audiovisual como em 2018 me parece um pouco falso. O que acontece é que alguns editais que deveriam ter sido lançados em 2017 até agora ainda não foram. Existe um plano anual de investimento, abaixo, que no ano de 2017 previa editais na ordem de R$ 750 milhões.

Por incompentência deste governo, alguns dos editais não foram lançados em 2017, e o que se vê agora são promessas de "Dois anos em Um" (alias eles adoram este tipo de slogan) .

Neste caso , considerando que minhas pesquisas estão corretas, este governo vai tentar cumprir dois planos anuais de investimento em um ano. Parte dos editais que deveriam ter sido publicados em 2017 e os realmente novos de 2018, tudo em 2018. (será que terão esta competência?).

O problema é que se formos somar tudo que deveria ter sido investido em produção para cinema e TV em 2017 somados ao que se deveria investir em 2018 chegaríamos a um valor muito maior do que os que estão sendo prometidos atualmente. Mas logico este governo quer resolver os problemas do Ministério da Cultura com dinheiro do FSA.

Um outro raciocínio que faço é o seguinte:

Mesmo que lancem todos estes editais agora, todos sabemos que em menos de 6 meses eles não serão contratados. Esse governo tem apenas e somente 7 meses de vida! (graças a deus) . Ai sim precisaremos do dinheiro para honrar os compromissos. Todo estes editais ficarão em restos a pagar, provavelmente (haja negociação com a SOF!).

Mas voltando a vaca fria este , pelo que vi, não é o maior investimento que já se fez no audiovisual do país. Ou é uma Fake news? Ou um erro de matemática? Ou uma jogada de marketing? Ou será que eles acreditam mesmo nisto? O futuro nos dirá!

2017 2018

Photo by Marcio Motta on Unsplash

#editais #FSA

SOBRE A VERA 

Com mais de 30 anos de experiência na área pública, Vera ocupou diferentes cargos nas principais instituições responsáveis pelas políticas públicas para o audiovisual e pelo financiamento do setor cinematográfico no Brasil
De forma didática e clara,
Vera consegue aproximar o conteúdo para diferentes públicos e ajudar aqueles que buscam se reciclar ou querem conhecer mais sobre a área. 

Nenhum tag.