Globosat!! Edital!! Produtoras!!


Como vocês sabem, para acessar o Fundo Setorial do Audiovisual nas linhas para televisão, é necessário que o projeto de uma produtora brasileira independente tenha um contrato de licenciamento em algum canal de espaço qualificado.

Canal de espaço qualificado é todo canal de Tv que tenha em sua grade pelo menos metade de sua programação preenchida com obras de espaço qualificado: ficção, documentário ou animação e os gêneros reality ,videomusical e variedades realizada fora de auditório.

Para cumprir as cotas determinadas pela lei 12485/11 as programadoras passaram a licenciar as obras brasileiras independentes e isto permite, às produtoras, ir ao Fundo Setorial - FSA, para buscar os recursos para sua produção.

Esta seleção deve ser pública, ou seja aberta para qualquer produtora independente submeter seus projetos.

Neste momento esta aberta a seleção de projetos para a Globosat. As regras são simples. Basta que a produtora brasileira independente se cadastre e preencha o formulário de admissão de projetos e o envio é on-line. Um único cadastro por produtora e múltiplos projetos para múltiplos canais.

Antes, é bom que se estude cada um dos canais da Globosat para verificar qual dos projetos se encaixa em que grade de programação de qual canal. Os canais Globosat são inúmeros e por este motivo a necessidade de bons projetos também é grande. Cada canal, por lei, deve ter no mínimo 105 minutos de programação independente por semana em sua grade no horário nobre.

A avaliação da Globosat levará em conta

•(i) originalidade;

•(ii) aspectos artísticos;

•(iii) adequação ao público;

•(iv) qualificação técnica da equipe; e

•(v) capacidade gerencial e desempenho da produtora

Aqui vai o link para a Globosat - http://produtoras.globosat.com.br/

Foto: Nigel Tadyanehondo on Unsplash

#Editais #FSA #TVporassinatura

SOBRE A VERA 

Com mais de 30 anos de experiência na área pública, Vera ocupou diferentes cargos nas principais instituições responsáveis pelas políticas públicas para o audiovisual e pelo financiamento do setor cinematográfico no Brasil
De forma didática e clara,
Vera consegue aproximar o conteúdo para diferentes públicos e ajudar aqueles que buscam se reciclar ou querem conhecer mais sobre a área. 

Nenhum tag.