Novidades podem vir! E boas!


Na ultima reunião do comitê gestor do FSA no dia 16 de novembro foram debatidos os seguintes assuntos

  1. Permissão para que todos os conteúdos audiovisuais que constituam espaço qualificado, conforme definido pela Lei 12.485/11 sejam financiados com recursos do FSA, incluindo Reality Show e Formatos, desde que sejam de origem brasileira.

  2. Estabelecimento de processos de seleção automática de projetos, a partir de critérios de pontuação parametrizados.

  3. Ampliação do limite de investimento do FSA no Suporte Automático (SUAT), no mesmo patamar previsto para o incentivo previsto no art. 3º e no art. 3º-A da Lei 8.685/93, de R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais), conforme Projeto de Lei de Conversão nº 33, de 2017,e utilização do mesmo limite nas demais linhas de produção audiovisual do FSA.

  4. Os valores das licenças para programadoras que investirem recursos na produção da obra

  5. Foi aprovada a ampliação das linhas de crédito do FSA para a área de infraestrutura de produção e pós-produção por meio do desenvolvimento de linhas de credito para a construção de centros de desenvolvimento tecnológicos.

  6. Aprovado edital PAR 2017 no valor de R$ 3 milhões. Será concedido às empresas brasileiras exibidoras e seus recursos devem ser aplicados na modernização (digitalização) das salas de cinema.

Quando sair a ata saberemos os detalhes de cada um destes pontos.

Photo by Ambitious Creative Co. - Rick Barrett on Unsplash

Fonte: assessoria comunicação Ancine

#FSA #salasdecinema

42 visualizações